Você está praticando a Proposta de Valor da sua marca?

A Eastman Kodak Company poderia ter tido um resultado muito diferente se tivesse observado o propósito do seu fundador. Quando George Eastman criou a empresa em 1878 ele foi motivado pela complexidade que era o processo e se dedicou a “transformar a fotografia em algo tão simples quanto um lápis.” A câmera fotográfica digital criada pela equipe de Steve Sasson seguia essa mesma lógica mas foi enterrado pela miopia de quem queria somente ganhar dinheiro e não simplificar a forma como as pessoas capturavam seus momentos, lucrando com os resultados disso.

Definindo uma proposta de valor

Isso é uma proposta de valor, algo que para funcionar deve ir muito além do tradicional “conjunto de produtos e serviços que criam valor para um segmento específico de clientes.” Ela tem que ser desenvolvida com precisão, permeando todas etapas dos processos de produtação, marketing, vendas e pós-vendas da empresa. Ela tem que ser vivenciada pelas pessoas que movem o negócio para frente, e por isso mesmo, ser relevante para os dois lados e realista dentro do mercado onde quer ser desenvolvida.

Não transforme o seu produto em uma commodity

Nosso trabalho é entender o que é importante para o mercado-alvo, entender o produto de nossos clientes, construir uma proposta de valor relevante, transformar tudo isso em uma mensagem consistente e garantir que as personas certas recebam o que precisam para ficarem satisfeitas com o produto e felizes com a marca.